É essencial ter um planejamento estratégico anual. Dessa maneira, é preciso conhecer as tendências do mercado de e-commerce, o qual ajudará com fornecimento de dados para identificação dos investimentos com maior chance de sucesso. Também é uma oportunidade de revisar as metas e objetivos da sua empresa, buscando avaliar se está realmente seguindo de acordo com a dinâmica do mercado. Logo, você pode se ajustar para que sua loja se destaque cada vez mais na sua área.

Além disso, seguir as tendências facilita na hora de ultrapassar os principais obstáculos do mercado, como, por exemplo, as incertezas econômicas, dificuldade na conquista de clientes, concorrência e variedade de produtos. Mas o que está prometendo estar em alta em 2023?

Omnichannel

O consumo por diversos canais dentro de uma mesma empresa cresceu e fortaleceu no passar dos anos e é uma ótima aposta para esse ano. Até porque, o omnichannel permite que os usuários tenham acesso à diversas vantagens na integração de diferentes espaços em um único lugar:

Afinal, a informação de que 75% das pessoas entrevistadas revela o uso de variados canais antes de efetuar uma compra. Sendo desse número 73% compradores online, concluindo que o omnichannel é valioso para o e-commerce.

Conteúdos personalizados

Quer uma força na hora de direcionar as suas publicações nos blogs, redes sociais e sites para o seu público-alvo, para aproxima-los mais de você? O Marketing de Conteúdo vai te dar uma mãozinha nisso, é também uma estratégia de vendas que alia-se ao social commerce, muito importante para o segmento de vendas online.

Promover anúncios pagos, buscar parcerias com influenciadores que combinem com sua marca e outras estratégias de conversões são válidas e importantes para destacar sua loja das demais. Não sendo à toa que o comércio social promete movimentar 3 trilhões de dólares até 2026.

Com conteúdos personalizados e direcionados para aquele cliente em específico, é possível influencia-lo positivamente no momento de tomar a decisão. Então, aproveita os recursos disponibilizados pelo Marketing Digital e pelo comércio social, não esquece de preparar também as estratégias segmentadas.

Personalização

O público também possui uma preferência para conteúdos direcionados e personalizados, assim é preciso dar uma atenção à necessidade de personalização dos serviços. Afinal, é um parâmetro que afeta diretamente a experiência de compra do cliente. 60% dos clientes da entrevista, tendem a voltar a fazer compra em uma marca, quando sentem que o atendimento foi personalizado do começo ao fim.

Usando essa estratégia, você alia as expectativas dos usuários com os serviços oferecidos pela sua loja, facilitando a conversão e fidelização do cliente. Hoje em dia, usar tendências tecnológicas, como chatbots, pode auxiliar em seu dia-a-dia.

Comércio por mobile

É bom o e-commerce manter-se atento aos recursos que seus clientes usam para efetuar uma compra online. No Brasil, possui uma quantidade, aproximada, de 2x mais dispositivos móveis ativos do que a própria população brasileira, segundo dados da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Por isso, o comércio feito por celulares também é uma tendência, e representa 61% das compras no e-commerce. Mas quando se trata de tráfego, essa porcentagem aumenta para 71% do uso de celulares e tablets para acessar os sites das empresas de varejo. Logo vemos a importância de ajustar sua página para ser usada, com boa usabilidade, em diversos aparelhos e sistemas operacionais. Investir em aplicativos também são uma alternativa para escalar seu negócio.

Serviço ao consumidor

O atendimento atento ao cliente não serve apenas para uma personalização e impactar em sua fidelidade, também ajuda e incentiva o cliente a finalizar a compra. Cerca de 87% dos clientes dizem que preferem por não gastar com marcas que não demonstram atenção no atendimento. Dessa forma, é indispensável o capricho nos serviços online e na capacitação dos seus atendentes.

Sustentabilidade

Devido ao rápido desenvolvimento tecnológico e mudanças climáticas, a sustentabilidade se tornou um assunto cada vez mais pautado pelo público. Pela facilidade de acessar informações, os consumidores se tornaram muito mais exigente em relação aos valores de uma empresa, tornando-se um ponto de decisão de compra e fidelização.

A pandemia deu uma reforçada na importância da sustentabilidade“. 52% dos compradores concordam com essa frase ou revelaram o mesmo sentido em suas própria citações. Por consequência, a responsabilidade socioambiental é essencial no momento de tomada de decisão de um marca virtual de sucesso, desde marketing até a logística.

A sua contribuição para preservação ambiental, enquanto agrega valor à sua empresa, é importante mesmo que parece um pequeno ato: produção limpa (mínimo de poluentes), embalagens recicláveis ou retornáveis e até a entrega efetuada com automóveis que usam combustíveis limpos.

Compra online, retira na loja

Esse é o conceito pick-up store, a compra é efetuada digitalmente, mas o cliente retira na loja física pessoalmente. Uma forte tendência, tendo em vista que o mercado BOPIS — buy online, pick-up store (compre online, retire na loja) promete faturar 703 bilhões de dólares até 2027 no mundo todo.

Promover esse tipo de serviço é um diferencial competitivo de grande valor para as marcas que possuem um ambiente virtual e um ponto físico. Promovendo mais interações marca e cliente, obtendo uma relação cada vez mais estreita.

Diversos meios de pagamento

O comércio virtual proporciona uma flexibilidade nas formas de pagamento disponíveis, essa é uma grande vantagem para seu negócio digital. Gateaways de pagamento, carteiras digitais, PIX, além das tradicionais opções, cartão de crédito e débito, boleto e até por QRCode, disponibilizando uma maior gama para o cliente decidir. As carteiras digitais, por exemplo, são mais seguras e práticas para ambos os lados. A empresa PayPal já representa 60% de participação no mercado de compra online.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *